Windows Defender

26 04 2010

Windows Defender é um software que remove malwares, trojans, spywares, adwares instalados no computador. Também monitora o computador para evitar que esses softwares perigosos modifiquem configurações tanto do navegador, quanto do sistema operacional.
Seu nome antigo foi “Microsoft Antispyware“, após a Microsoft ter adquirido a empresa GIANT. A aquisição foi feita em Dezembro de 2004, fazendo a Microsoft entrar no mercado dos antispywares.
O Windows Update interage com o Windows Defender fornecendo atualizações.
O Windows Defender vem também integrado com o Windows Vista, no Windows Live OneCare.

Funções

O Windows defender foi projetado para que o usuário remova um spyware ou um software potencialmente indesejado de forma prática.
O programa é composto por opções de verificação (cujos seus tempos de verificação são proporcionais a qualidade da mesma), opções de registro (que o usuário acessa suas ações em relação a execução de certos itens) e também as ações automáticas do Windows Defender, Ferramentas que configuram ou ajudam a remover spywares, atualizações que restauram o banco de dados para aumentar a capacidade de deteção do programa em relação aos itens por ele verificados. Possui informações que auxiliam na personalização correta, exibindo quando foi a última verficação e qual seu tipo, mostrando a data da verificação automática (é possível configurar-se); informando o status da proteção em tempo real (desativado ou ativado) e exibe a versão das definições e quando foram criadas.

Opções de Verificação

A proteção em tempo real que atua a todo instante com o Windows em execução (se ativada). A Verificação rápida que foi feita para que o usuário possa diariamnte fazer uma verficação no computador, a Verificação completa pode ser executadada devida a uma supeita de infecção, ou semanalmente e a verificação personalizada para o usuário escolher o que deve ser verificado.

Verificação em Tempo Real: a proteção em tempo real atua na inicialização do sistema, na configuração do sistema, nos complementos, downloads e configurações do Internet Explorer, na execução de serviços e drivers, em execução e registro do aplicativo, e nos complementos do Windows.

A proteção em tempo real dá o alerta quando um spyware ou outro software potencialmente indesejado tenta se instalar ou ser executado em seu computador. Dependendo do nível de alerta, o usuário pode:

  • ignorar o software, permitindo que o software seja instalado ou executado em seu computador. Se o software ainda estiver em execução durante a próxima verificação ou se ele tentar alterar configurações relacionadas à segurança no computador, o Windows Defender o alertará sobre esse software novamente;
  • colocar em quarentena, a ameaça é movida para outro local do computador e, em seguida, impede que o

software seja executado até que você decida restaurá-lo ou removê-la do computador;

  • remover, que excluirá o arquivo infectado do computador;
  • permitir, que permitirá que o software altere configurações relacionadas à segurança do computador;
  • negar, impede que o software altere configurações relacionadas à segurança do computador.

Verificação Rápida: Uma verificação rápida analisará somente as áreas do computador que possuem mais chances de serem infectadas por spywares e outros softwares potencialmente indesejados. Essa verificação não é a mais segura, pela a razão de verfificar somente nas pastas principais do sistema.

Verificação Completa: Uma verificação completa verficará todos os arquivos do disco rígido e todos os programas em execução no momento, Essa análise pode tornar a execução do computador com lentidão até a conclusão da verificação.

Verificação Personalizada: o usuário seleciona locais específicos do computador para serem verificados. No entanto, se um software potencialmente indesejado ou mal-intencionado for detectado, o Windows Defender executará uma verificação rápida para que os itens detectados possam ser removidos de outras áreas do computador, se necessário.

Opções de registro

O registro no Windows Defender guarda automáticamente as autorizações de execução pelo o usuário e os itens em quarentena com:

Itens Permitidos: as configurações de execução serão permitidas pelo o usuario do grupo Administrador. Se confiar no software detectado pelo Windows Defender, poderá impedir que o Windows Defender dê o alerta sobre os riscos que o software pode representar no computador. Para não receber mais alertas, o software deverá ser adicionado à lista de permissões. Se você escolher que deseja monitorar o software novamente mais tarde, poderá removê-lo da lista de permissões do Windows Defender.

Itens em Quarentena: as configurações de quarentena serão permitidas pelo o usuario do grupo Administrador. Ao o Windows Defender colocar um software em quarentena, ele o move para outro local do computador (pasta do Windows Defender) e, em seguida, impede que o software seja executado até que o usuário decida restaurá-lo ou removê-lo do computador.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: